Terremoto que atingiu costa leste dos EUA é o mais forte desde 1897*

.

Governo federal disse não ter registrado vítimas ou danos significativos

 

terremoto de 5,9 graus que atingiu nesta terça-feira (23) a Costa Leste dos Estados Unidos com epicentro no estado da Virgínia foi o mais intenso registrado desde 1897 nesta área, informou o Instituto Geológico dos EUA. 

Foto: Nicholas Kamm/AFP – Pessoas esperam em uma praça de Nova York após serem forçadas a deixar prédios

 

O organismo indica que apesar dos terremotos no centro e leste do país serem menos frequentes que no litoral oeste, costumam ser mais fortes e em uma região muito mais ampla. O terremoto desta terça-feira, cujo epicentro se registrou a um quilômetro de profundidade e a uma distância de 15 quilômetros da localidade de Mineral, no Estado da Virgínia, também foi sentido em cidades como Nova York e Washington. 

Desde 1774, os habitantes do centro da Virgínia sentiram pequenos tremores e sofreram danos de pouca consideração enquanto desde 1897 a região não tinha registrado um terremoto desta magnitude, que se estendeu em uma área elíptica que abrangeu Virgínia, Virgínia Ocidental e parte do Tennessee. 

No entanto, segundo seus registros, o terremoto que mais causou danos até agora nessa zona foi em 1875 e teve uma magnitude 4,8 graus na escala Richter. O mais recente foi em dezembro de 2003 e teve uma magnitude de 4,5 graus A zona central sísmica da Virgínia está longe dos limites da placa tectônica mais próxima, que estão no centro do Oceano Atlântico e o Mar Caribe. No entanto, o USGS assinala que nesta região se sentem pequenos terremotos a cada um ou dois anos, que causam pouco ou nenhum dano. 

Sem vítimas

Em comunicado, Rachel Racusen, porta-voz da Agência Federal de Gestão de Emergências, afirmou que não houve registro de vítimas ou danos significativos, embora “os primeiros atendimentos” ainda estivessem acontecendo durante esta terça-feira.

Rachel também aconselhou as pessoas a usarem os celulares apenas em casos de emergência, já que as linhas do país estão congestionadas.

Reator

Oficiais federais disseram que dois reatores nucleares que ficam na central de energia North Anna, no condado de Louisa, no Estado da Virgínia (EUA), pararam de funcionar automaticamente em razão do tremor. Sistemas de segurança desligaram os reatores.

Roger Hannah, porta-voz da Comissão de Regulação Nuclear do país, diz que a agência não tinha informações sobre danos a usinas nucleares em razão dos tremores.

Lucy Jones, especialista do Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos, disse à rede de TV CNN que existe o temor da ocorrência de choques secundários. 

– As pessoas devem esperar que isso aconteça, especialmente nas próximas duas horas. 

Ela afirmou que é esperado que haja “danos significativos” para prédios mais antigos que fiquem perto do epicentro do terremoto. 

– Se você já viu algum estrago [nos prédios], é melhor ficar fora. 

Epicentro 

Na cidade de Mineral, uma pequena cidade de 500 habitantes que fica no Estado da Virgínia, a apenas 6,5 km do epicentro do terremoto, os moradores disseram que o interior de suas casas ficou bastante prejudicado. Retratos caíram da parede, de acordo com o jornal The Washington Post.

*R7

.