Terremoto no Peru é sentido no Acre e Amazonas*

.

Tremor de 7 graus ocorreu ao norte de Pucallpa, na região da floresta amazônica

 

O terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu o norte do Peru nesta quarta-feira (24) teve reflexos na cidade de Cruzeiro do Sul, no Acre, e na capital do Estado, Rio Branco. Alguns municípios do Amazonas também sentiram o tremor e prédios chegaram a tremer.

Segundo o USGS (Serviço Geológico Americano), o tremor aconteceu a 82 km ao norte de Pucallpa, na região da floresta amazônica peruana, e a 210 km de Cruzeiro do Sul. A cidade é bem próxima à fronteira com o país e já sentiu, no mínimo, quatro tremores aconteceram no Peru.

O  jornalista Nelson Liano, que mora em Cruzeiro do Sul, contou como foi o tremor.

– Foi aquela sensação de quando você está num barco e ele balança. Os produtos mais leves caíram das prateleiras.

Os bombeiros da cidade afirmaram que receberam chamadas de emergências, mas é improvável que o terremoto tenha causado danos “sérios”.

 

Tremores

O gerente de compras Cristian Ary Barroso estava sua casa, no bairro Floresta, em Cruzeiro do Sul, no Acre, quando sentiu três fortes tremores seguidos. O município fica a cerca de 205 km de distância do epicentro do terremoto que atingiu o norte do Peru.

No momento em que sentiu o abalo, Barroso correu com sua mulher e sua filha, um bebê recém-nascido, para a rua. Ele conta que houve tumulto entre os moradores da cidade.

– Houve rachaduras em prédios, as pessoas passaram mal e árvores caíram.

O leitor do R7 Laércio Moraes contou que sentiu o tremor em um prédio de oito andares em Marília, no interior de São Paulo. Segundo o sismólogo do IAG (Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas) da USP (Universidade de São Paulo) José Roberto Barbosa, é possível ele tenha refletido na cidade.

– Quando acontece esse tipo de terremoto no Chile, Argentina, Peru, Bolívia, eles podem ser percebidos em São Paulo e em vários outros Estados. Quem está nos andares superiores de prédios altos pode sentir enjôo e tontura.

O terremoto de 7 graus na escala na escala Richter foi registrado em todas as estações da USP, que são distribuídas entre os Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul.

Barbosa explica que o fato de ele ter sido registrado em determinadas estações não significa que houve tremor nas cidades onde elas estão localizadas.

– O sensor detecta a passagem das ondas provenientes do terremoto. Isso não significa que as pessoas vão perceber.

Leitores de Rio Branco (AC) e de Rondônia também relataram o tremor de terra. Em Porto Velho (RO) vários prédios foram esvaziados e o abalo foi sentido, inclusive, no edifício do Tribunal de Justiça.

*R7