Série de terremotos no norte da Itália causa pelo menos 15 mortes

.

O Norte da Itália foi atingido nesta terça-feira (29) por um terremoto de 5,8 graus na escala Richter. Horas depois, novas réplicas assustaram os moradores. As principais cidades afetadas foram Bolonha, Parma e Verona, a cerca de 300 quilômetros de Roma, a capital do país. Os tremores de terra ocorreram por volta das 9h locais ( 4h em Brasília). Segundo a agência Ansa, pelo menos 15 pessoas morreram.

O epicentro do tremor foi registrado às 9h locais (4h no horário de Brasília) na província de Modena, o mesmo local que no dia 20 de maio foi alvo de um outro terremoto de quase 6 graus.

Os tremores de terra foram registrados pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos (cuja sigla em inglês é USGS). Na semana passada, o Norte da Itália sofreu também em decorrência de um terremoto de 6 graus na escala Richter.

No último dia 20, os tremores de terra deixaram pelo menos seis mortos, danos em vários edifícios e construções históricas. Como ocorreu hoje, uma das cidades mais afetadas foi  Bolonha. A estimativa é que mais de 50 pessoas ficaram feridas.

De acordo com especialistas, o Norte da Itália é frequentemente atingido por tremores de pequeno porte. O impacto dos tremores da semana passada fez lembrar os de 2009, que atingiram a cidade de Áquila, quando 300 pessoas morreram e 600 mil ficaram desabrigadas.

Com agências

.