Senai faz seleção para Cursos gratuitos de Aprendizagem Industrial

.

Processo Seletivo para acesso aos Cursos Gratuitos de Aprendizagem Básica em vinte municípios baianos

 

As inscrições para o processo seletivo dos cursos gratuitos de aprendizagem industrial de nível básico, oferecidos pelo Senai Bahia, têm início no dia 27.10.11 e prosseguem até o dia 06.11.11. As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, no site www.exatuspr.com.br, respeitando o limite máximo de dez inscrições por vaga. Todos os cursos são gratuitos e não há taxa de inscrição para o processo seletivo. As provas serão realizadas em 20 de novembro de 2011.

 

Estão sendo oferecidas 83 turmas em diferentes áreas, contemplando 20 municípios baianos. A lista completa, contendo a quantidade de vagas por curso, estará disponível nos sites www.fieb.org.br/senaiwww.exatuspr.com.br a partir do dia 26.10.11. Para se inscrever nos cursos, os candidatos devem ter ensino fundamental II completo e idade de 14 a 21 anos no ato da matrícula, com exceção dos candidatos ao curso de Mecânico de Usinagem que devem ter escolaridade de ensino médio completo. A matrícula do CAI Básico será realizada no período de 05 a 07.12.11.

 

Os cursos têm carga horária de 880 horas, com exceção de Mecânico de Usinagem que tem 1.050 horas. As aulas terão início em janeiro de 2012, de segunda à sexta-feira, podendo ter aulas também aos sábados, nos locais estabelecidos pelo Senai. Os alunos aprovados no processo seletivo poderão ser contratados como aprendizes pelas indústrias. Conforme determina a legislação, os alunos com contratos de aprendizagem cumprirão ainda uma etapa prática na empresa por uma carga horária igual à fase teórica.

 

Os cursos de aprendizagem industrial são oferecidos pelo Senai, conforme a demanda do setor industrial, para atender à legislação que regulamenta a contratação de aprendizes – Lei nº 10.097/2000 e o Decreto nº 5.598/2005. Com exceção de micro e pequenas empresas, todos os estabelecimentos, de qualquer natureza, são obrigados a empregar e matricular um número de aprendizes equivalente a 5% no mínimo e 15% no máximo dos seus empregados, cujas funções demandam formação profissional.

 

Baixe o Quadro de Cursos…

Quadro de Cursos

 

.