Neil Armstrong, 1? homem a pisar na lua, morre aos 82 anos

.

O ex-astronauta norte-americano Neil Armstrong, primeiro homem a pisar na lua, morreu aos 82 anos, informou sua família no sábado.

Armstrong tinha passado por uma cirurgia no coração no começo deste mês para desobstruir artérias, apenas dois dias depois de seu aniversário em 5 de agosto

Armstrong tinha passado por uma cirurgia no coração no começo deste mês para desobstruir artérias, apenas dois dias depois de seu aniversário em 5 de agosto.

Como comandante da missão Apollo 11, Armstrong se tornou o primeiro ser humano a colocar o pé na lua em 20 de julho de 1969. Ao colocar o pé na lua, ele disse: “Esse é um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a humanidade”.

Neil Alden Armstrong tinha 38 anos na ocasião. Mesmo tendo sido protagonista de um dos maiores feitos de toda a história da humanidade, ele não fazia festa por sua realização.

“Eu acho que todos devem ser reconhecidos pelo seu trabalho diário”, disse Armstrong em uma entrevista ao programa 60 minutes, da CBS, em 2005.

Uma vez ele foi indagado sobre como se sentia sabendo que suas pisadas provavelmente ficariam registradas na lua por milhares de anos. “Eu espero que alguém vá lá qualquer dia e apague elas”, respondeu Armstrong.

Vida reservada

James Hansen, autor da biografia de Armstrong, disse à CBS que Neil Armstrong nunca entendeu realmente porque as pessoas davam tanto destaque ao fato de ele ter sido o primeiro a pisar na lua.

A Apollo 11 foi a última missão espacial de Armstrong, que em seguida foi apontado para um serviço administrativo na agência espacial dos Estados Unidos, a Nasa.

A vida profissional de Armstrong então tornou-se bastante reservada. Ele não teve um papel relevante na cerimônia que celebrou o 25o aniversário da chegada do homem à lua. “Ele é o recluso do recluso”, disse o ex-porta-voz da Nasa Dave Garrett.

Hansen disse que histórias de Armstrong sonhando com exploração do espaço quando garoto eram supostamente falsas, mesmo que ele tenha sido sempre dedicado à atividade aeroespacial. “Sua vida foi sobre voos. Sua vida era sobre pilotar”, disse o escritor.

Um ano após a missão Apollo 11, Armstrong deixou a Nasa para se tornar professor de engenharia na Universidade de Cincinnati.

O ex-astronauta vivia na área de Cincinnati com sua esposa, Carol.

– Estamos de coração partido ao compartilhar a notícia de que Neil Armstrong faleceu após complicações resultantes de procedimentos cardiovasculares – disse a família em comunicado. “Neil era nosso amado marido, pai, avô, irmão e amigo.”

.