Lotado, mundo bate a marca de 7 bilhões de habitantes*

.

Por Pawan Kumar

LUCKNOW, Índia (AlertNet) – Envolta em um cobertor branco, Nargis Yadav está nos braços da mãe em uma pequena clínica rural no norte da Índia. Ela é uma entre o meio milhão de bebês nascidos em todo o mundo nesta segunda-feira que levaram a população mundial a superar a marca de 7 bilhões.

O marco declarado pela ONU ressalta os desafios enfrentados por muitos países para garantir a vida de um número crescente de pessoas em um planeta cada vez mais lotado e esgotado.

Nargis nasceu no populoso Estado de Uttar Pradesh, uma das regiões mais pobres na Índia, um país que poderá em breve ultrapassar a China como o mais populoso do mundo.

Seus pais, moradores pobres que ganham pouco mais de 100 dólares por mês, dizem desejar que ela vá à escola e seja bem sucedida na vida, mas os trabalhadores humanitários dizem que esta será uma luta difícil, não só para ela, mas para outros como ela no mundo em desenvolvimento.

“A criança terá de enfrentar muitos desafios”, disse Sona Sharma, diretor para advocacia e comunicação da Fundação Populacional da Índia.

“Receber nutrição alimentar adequada, água potável e até mesmo conceitos básicos tais como cuidados médicos, como imunizações, para ajudá-la a sobreviver nos primeiros anos será um desafio”.

Com a população mundial mais do que dobrando ao longo do último meio século, itens básicos como comida e água estão sob mais pressão do que nunca, dizem os especialistas, que consideram o fornecimento adicional para 2 a 3 bilhões de pessoas nos próximos 50 anos uma preocupação séria.

O uso da água deverá aumentar em 50 por cento entre 2007 e 2025 nos países em desenvolvimento, enquanto a segurança alimentar continuará sendo um desafio, com 925 milhões de pessoas propensas a passar fome.

Continuação…

.