Arqueólogos encontram tumba faraônica de 4 mil anos

.

(IANS/AKI) Arqueólogos descobriram uma tumba de 4.000 anos no Egito que contém um sarcófago com as inscrições de textos funerários antigos, bem como objetos de rituais. “É a primeira vez em muitos anos que uma tumba bem preservada é encontrada “, disse Mohamed Ibrahim. Segundo um comunicado do Ministério de Estado para Antiguidades, a tumba foi achada em uma câmara do pai de Najt, que também era governante e a descoberta foi identificada como sendo de Haguti Najt.

A tumba data do Primeiro Período Intermediário (2181-2055 a.C) e é incomum encontrar evidências arqueológica que sobreviveram a partir deste período. Objetos rituais feitos de alabastro, terracota e outros materiais foram encontrados na tumba em Deir Al-Barsha área em Al-Minya, cerca de 250 km do Cairo. A escavação foi coordenada pela Universidade Católica de Louvain, na Bélgica.